Antes e Depois do Coronavírus

Como está o mercado de técnicos antes e como será?

Antes e Depois do Coronavírus
Rua 25 de Março antes e depois do Coronavírus.
Como está o mercado de técnicos antes e como será?

Com a pandemia na porta de todos nós e com dificuldades que vão desde obter peças para reposição até poder pagar o básico do negócio como aluguel, água, luz etc.

E quem diria que até insumos como o álcool isopropílico que usamos para realizar limpeza de partes eletrônicas, como placas de celulares, seria um produto em escassez no mercado.

Mas a pandemia que assola o planeta é muito mais destrutiva que imaginamos e no Brasil estamos agora entrando no dia 1º de abril de 2020, parece até uma mentira, o que vemos nas ruas e as proibições impostas ao comércio e as pessoas.

Mas na realidade e na verdade é um mal necessário para conter a pandemia que estamos agora enfrentando no Brasil.

Mas para os técnicos que tem sua assistência técnica em ponto comercial e com funcionários a pagar seus salários e o aluguel do ponto, a situação é complicadíssima.

Ameniza um pouco para técnicos que trabalham em suas casas e tem uma clientela de bairro, porém a falta de peças, muitas vezes é necessário dispensar o serviço.

Motivo que o cliente sempre tem pressa e dificilmente vai querer esperar o reparo por alguns dias.

Vai se dar bem as assistências técnicas que tenham algum estoque de peças, mas não se engane, mesmo com algum estoque de peças, sempre vai faltar para aquele modelo ou aquela outra marca.

Lembre-se estamos falando de uma situação de mercado atípica, onde um vírus mortal afeta além da saúde das pessoas o seu cotidiano, paralisando o comercio em geral.

É uma faca de dois gumes, que por um lado para conter o coronavírus entre as pessoas para conter mortes e não afetar já a decadente estrutura de saúde de nosso Brasil, temos por outro lado a economia cada vez mais abalada, que com certeza provocará perdas imensas para a população seja A, B, C e D.

Dia 23 de março a prefeitura de são paulo, baixou decreto para que as lojas fechassem e o mesmo feito pelo governo do estado de São Paulo, o mesmo também ocorreu em outros estados e países até o momento após início da crise na China e que se espalhou para os países mais afetados como Itália, Espanha, Irã entre outros, vemos espantados os Estados Unidos a maior economia do planeta, agora fechado seu pais e tomando as mesmas medidas para conter o vírus que se espalha com grande velocidade.

E o que tem a haver tudo isso com os técnicos e assistência técnicas no Brasil?

O técnico precisa entender que seu serviço é essencial para ajudar o controle da pandemia.

Os governantes ainda não se atentaram qual é importante manter assistência técnicas em funcionamento principalmente de celulares.

Quantos idosos podem ser beneficiar de realizarem diversos serviços sem contar com a facilidade de comunicação de contato, com amigos e parentes, e desta formar poderem se isolar adequadamente devido a sua idade de risco.

Para isso muitas assistências técnicas já adotaram o sistema delivery de atendimento de leva e traz, fazendo com que o aparelho seja retirado na residência ou empresa do cliente e após o concerto o mesmo ser entregue já concertado ao cliente.

Algumas empresas dependendo do caso de cada cliente, até deixa emprestado um celular para uso do cliente, enquanto é efetuado o reparo do aparelho.

Por meio ideias e inovações podemos dizer que esse vírus vai passar e por meio do empreendedorismo real dos brasileiros, vamos sobreviver a toda essa situação como novas ideias e novos negócios.

Precisamos apenas de real empenho de nossos governantes, que devem agir pensado no povo investindo nossos suados impostos em mais qualidade e organização.

Nós estamos fazendo a nossa parte, como técnicos, comerciantes e principalmente como brasileiros.

2 comentários em “Como está o mercado de técnicos antes e como será?”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *