Quando devo fazer um curso específico para troca de vidro?

 

Muitos alunos que terminam nosso curso de smartphone, e nos perguntam?!

“Professor gostaria de me especializar nessa área de reparo de telas”

Claro que nossa resposta é sim faça e se especialize nesse ramo.

Porém sempre advertimos, que o aluno que já passou pelo nosso curso iniciante avançado de reparo e conserto de smartphones, esteja familiarizando já com o reparo de variados tipos e modelos de smartphones.

Fica difícil uma pessoa sem experiência nenhuma em reparo de celulares iniciar esse tipo de atividade.

O risco de prejuízo com os clientes é enorme, portanto em vez de ganhar um bom dinheiro com a troca de vidros pode dar muita dor de cabeça e ter que no final colocar uma tela original para o cliente.

Aparelho que sofreu queda deve ser analisado o touch.
Identificar o estado do touch do aparelho, já é meio caminho andado para prosseguir om a troca do vidro.

E lembre-se o cliente sempre tem razão e por esse motivo mesmo que os profissionais que realizam esse serviço já informam o cliente que o procedimento pode dar certo como pode falhar e este tipo de serviço não se pode dar garantia.

Fique atento ao direito do seu cliente.
Fique atento ao direito do seu cliente.

O código do consumidor brasileiro garante por lei os 90 dias de garantia tanto para serviços como para compra de produtos.

Então antes de iniciar o serviço é ideal que faça isso por escrito na ordem de serviço e peça que o cliente leia e assine a O.S (ordem de serviço) para estar ciente que o procedimento é de risco e pode não dar certo a recuperação da tela.

O profissional que realiza esse tipo de trabalho ganha cada vez mais competência para realizar o serviço de troca de vidro e podemos dizer que é um trabalho semi-artesanal.

E após o profissional verificar a tela do aparelho principalmente o touch é recuperável em média 85% dos aparelhos são recuperados efetuando apenas a troca do vidro que é colado de fábrica como uma cola extremamente resistente.

O fabricante de smartphone tem a preocupação de apenas fabricar e nós técnicos, em arrumar até coisas que parecem ser impossíveis de reparar.

As máquinas ajudam, mas a habilidade manual do técnico é fundamental.

Sim a habilidade que vai se ganhando com o passar do tempo usando suas mãos e as ferramentas adequadas, a máquina sozinha não faz todo o serviço e saber regular e utilizar para cada tipo de aparelho são conhecimentos que vão agregando e formando esse profissional.

E se a pergunta é! Devo fazer esse curso após terminar o curso de iniciante de reparo de smartphones?

Alunos da Recovery Cell, recém formados de julho de 2020

Sim, se já tem conhecimento de todos os padrões que aprendeu para reparar um celular e já consegue realizar de pequeno a grandes reparos.

Lembrando que a troca de vidro veio para reparar principalmente a linha de smartphones, que são os aparelhos mais procurados e de alto valor, o que faz ser interessante para o consumidor final a troca do vidro , utilizando o touch original do aparelho.

Frente ao alto valor de um display novo original de tecnologia por exemplo:  OLED, AMOLED e Super AMOLED, isso se dizer de telas curvas como a linha Edge da Samsung, os valores dobram de preço e o serviço de troca de vidro também, o que se faz necessário que o técnico saiba realizar também a troca de vidro em telas curvas.

Samsung surpreende com o primeiro smartphone comercial com tela curva. Galaxy Note Edge lançado em 2014.

Mas não é só pioneira Samsung que tem modelos com tela curva, outros fabricantes como Motorola, Apple, e Xiaomi já tem pretensão de lançar seus modelos com telas curvas.

A fabricante chinesa de smartphones Xiaomi por exemplo registrou no inicio de 2019 a patente de um smartphone com quatro bordas curvas.

Smartphone de tela cheia com exibição de borda em 4 lados. Patenteada em inicio de 2019

Ou já prevendo futuras novas telas que dobram e esticam como está patente de tela Extensível também patenteada no final do ano de 2019.

 

Tela extensível patenteada pela Xiaomi em dezembro de 2019.

Mas essa história amigos de telas maiores com dobra e curvas fica para outra vez.

Pois como vimos a industria de smartphones ainda pretende lançar muitas telas diferenciadas e nós como técnicos precisamos estar atualizados e prontos para novos desafios.

Quais são os equipamentos que são utilizados hoje o serviço de troca de vidro?

As máquinas utilizadas para realizar o procedimento de reparo são:

Separadora de LCD.
Laminador e tira bolhas 2 em 1

 

 

 

 

 

 

 

 

E ainda temos os acessórios que são os rolos para aplicação e moldes especifico para tipo de aparelho ou modelo.

Rolo para aplicação.
Molde Troca de Vidro.

 

 

 

 

 

 

 

Os insumos como removedor especifico, vidro, fio separador e a cola OCA são alguns deles.

O aluno em sua assistência técnica vai agregar mais serviços com alto valor agregado e antes de 12 meses já terá pago o investimento em curso, insumos e máquinas para a troca de vidro em smartphones.

Participe de nosso workshop live no YouTube fique por dentro de tudo que acontece nessa atividade.

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Powered by